O que são correntes industriais especiais?

Publicacacao

 A Origem das Correntes Industriais

 

          As correntes industriais, que têm papel fundamental na indústria, sofreram com algumas alterações até chegar no material que conhecemos hoje. 

          Segundo alguns dados históricos, em 225a.C. , surgiu o primeiro protótipo das correntes, criado por Leonardo da Vinci. Esse projeto se assemelha muito com as correntes de elos que temos no mercado.

          A ideia de criar esse sistema de transmissão surgiu com a necessidade de retirar um balde de água de um poço, ‘’pesquisa’’ patrocinada por uma família muito rica da época, o que facilitou essa criação.

          Porém, as correntes tiveram um papel fundamental no século XIX, no qual aconteceu a Revolução Industrial, com a produção em massa como foco das indústrias.

          Com as tecnologias atuais, as correntes de rolo se tornaram premissa básica para todos os processos fabris, que necessitam de uma transmissão de potência para a ‘’indústria girar’’.

          Foi, a partir disso, que surgiu a necessidade de se ter algo além do que as correntes padrões, pois algumas empresas precisavam de projetos específicos para o processo produtivo. 

          Diante dessa demanda de mercado, foram criadas as correntes industriais especiais. 

 

Mas afinal, o que são correntes industriais especiais?

 

          As correntes industriais especiais são as que fogem do que consideramos ‘’padrão’’, seja em um passo diferente, em um pino especial, em uma aba especial, ou qualquer coisa que faça o material se tornar único e específico.

          Abaixo, um exemplo de uma peça exclusiva e singular. 

          Para que o projeto saia de acordo com a exata necessidade do maquinário, é imprescindível que a medição e a aplicação desse material sejam especificados na hora do desenvolvimento do mesmo.

          E quais são esses tipos existentes? Como tirar as medidas de maneira correta? 

Os tipos de correntes especiais

 

          Dentro dessa variação das correntes, temos três tipos que são as mais comuns dentre as especiais:

 

  1.   Correntes de Pino Oco

          As correntes de pino oco são utilizadas, normalmente, como transportadoras em esteiras, com a adaptação de varetas ou pinos, amplamente utilizada pelas indústrias.

          Para que esse material seja fabricado é necessário que se tenha as seguintes medidas:

legenda medidas

medidas corrente

  1. Correntes com aba 

          Essas correntes especiais necessitam de precisão e sincronismo perfeito, sendo utilizadas em esteiras transportadores leves.

          Portanto, as medidas devem ser feitas com cuidado e com atenção!

medidas aba

aba

 

  1. Correntes com pinos salientes

          Por fim, temos as correntes com pinos salientes, que assim como as correntes do tópico anterior, são utilizadas em esteiras para transporte leve!

          A precisão também é extremamente importante para o bom funcionamento do material e a sua aplicabilidade. 

medidas pinos

pinos

 

 

Conclusão

 

          Entender melhor sobre correntes especiais é extremamente importante para o crescimento e desenvolvimento de qualquer negócio que necessita dessa demanda específica para algum equipamento.

          Com a corrente especial fabricada, com materiais duráveis e de qualidade, você não vai perder mais tempo com paradas inesperadas para manutenção.

          Você está pronto para tirar o seu projeto do papel e maximizar sua produção? 

 

Agora que você conhece mais sobre correntes especiais, qual lição você tirou com o conteúdo de hoje?

Você tem uma demanda específica que precisa de uma atenção especial? 

Conte para o Marinheiro, estamos dispostos a te ajudar!

Para mais conteúdos como esse, siga nossas redes sociais e vamos juntos navegar rumo ao sucesso!

 

avatar

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Abrir conversa